13 Alimentos Ricos em Antioxidantes

0
744

Os 13 Alimentos Ricos em Antioxidantes são muito importantes, pois alem de serem ricos em antioxidantes, eles possuem inúmeros benefícios para a saúde. Sendo assim, descubra mais sobre esses alimentos que podem fazer uma grande diferença na sua saúde.

Os Antioxidantes são famosos pela sua capacidade de combater os radicais livres no organismo e com isso retardar o envelhecimento das células.alimentos ricos em antioxidantes

Mais recentemente, pesquisas indicam que, inseridos na alimentação diária, ao antioxidantes auxiliam na boa saúde do organismo e podem inclusive ajudar a proteger o organismo do câncer e de doenças do coração.

O que é um Antioxidante

Um antioxidante é uma molécula capaz de inibir a oxidação de outras moléculas. A oxidação é uma reacção química que transfere electrões ou hidrogénio de uma substância para um agente oxidante.

Patrocinado

As reacções de oxidação podem produzir radicais livres. Por sua vez, estes radicais podem dar início a reacções em cadeia que, quando ocorrem em células, podem danificá-las ou causar a sua morte.

Os antioxidantes interrompem estas reacções em cadeia eliminando os radicais livres intermediários e inibindo outras reacções de oxidação. Isto é conseguido através da sua própria oxidação, pelo que os antioxidantes são frequentemente agentes de redução, como os tióis, o ácido ascórbico ou polifenóis.

O consumo adequado de antioxidantes protege o corpo da ação dos radicais livres, protegendo as células de danos na sua estrutura e prevenindo problemas como:

Os principais antioxidantes presentes nos alimentos são vitamina A, vitamina C, E, flavonoides, carotenoides, licopeno, ômega-3 e selênio.

Os Tipos de Antioxidantes

Certos nutrientes, vitaminas e enzimas, como as proteínas do nosso corpo, são algumas das substâncias antioxidantes que atuam no nosso corpo. Dentre elas, podemos citar:

Vitamina E, ou Tocoferol

Cada nutriente possui uma propriedade antioxidante e uma função específica. No entanto, vitamina E é um nome genérico para oito substâncias derivados do tocoferol. O isômero alfa é o mais ativo e eficaz dos oito; beta, gama, delta, épsilon, zeta, eta e theta são as outras sete formas do tocoferol.

A vitamina E é lipossolúvel, armazenada no fígado, no tecido adiposo, nos músculos, no tecido cardíaco, no útero — até no sangue. E, por ser solúvel em gorduras, está em posição vantajosa para defender as membranas das nossas células, que são formadas de colesterol.

Vitamina C

A vitamina C, diferentemente da E, é hidrossolúvel — ou um seja, uma vitamina solúvel em água. Sendo assim, sua busca por radicais livres acontece em meio aquoso, como no plasma e no meio intercelular.

Além disso, a vitamina C e E trabalham sinergicamente, visto que o ácido ascórbico (vitamina C) é capaz de regenerar a forma estável (ou reduzida) da vitamina E.

Betacaroteno

O betacaroteno é um carotenoide, pigmento natural responsável pela cor vibrante de alguns legumes e frutas, como o laranja da cenoura e o vermelho do cáqui. Quando ingerido, pode ser transformado em vitamina A, ou ter um efeito de antioxidante no nosso organismo.

Essa substância é de extrema importância para o nosso corpo, visto que cerca de 50% da produção de vitamina A ocorre a partir do betacaroteno. Além disso, ela é encarada como uma das melhores eliminadoras de oxigênio singlete.

A forma singlete é uma forma energizada, porém, sem carga de oxigênio, muito tóxica para as células. Assim, quando há baixa concentração de oxigênio, o betacaroteno é excelente na procura por radicais livres.

Veja Também:  Laranja - Benefícios, Receitas e Muito Mais

Selênio, Manganês e Zinco

Esses três minerais são essenciais em pequenas quantidades — sem eles, não poderíamos sobreviver. Isso porque esses microelementos formam o centro ativo de diversas moléculas antioxidantes, parte essencial para que elas sejam eficazes no combate aos radicais livres.

Compostos Fenólicos

Nos vegetais, as substâncias fenólicas são as mais frequentemente encontradas ativas. Dentre os compostos fenólicos, podemos citar os flavonoides, o ácido fenólico, o ácido cafeico, o ácido gálico e o ácido elágico.

O beneficio dessas substâncias consiste em seu poder de “sequestrar” os radicais livres. Além disso, os compostos fenólicos têm a capacidade de inibir o processo de peroxidação lipídica, que destrói as membranas das células.

Alimentos Ricos em Antioxidantes

Não existe uma quantidade mínima recomendada de alimentos antioxidantes, mas indica-se a ingestão diária de uma variedade de alimentos de todos os grupos básicos, visando “munir” o organismo para o combate à formação desses radicais livres.

Existem vários tipos de antioxidantes, que são produzidos por plantas e animais. Alguns dos mais importantes antioxidantes são vitaminas como, vitamina A, vitamina C e E, o hormônio melatonina, enzimas, como a glutationa, superóxido dismutase e catalase, Carotenóides, como alfa e beta-caroteno, licopeno, luteína e zeaxantina, flavonóides, flavonas, flavonols, flavanones, isoflavonas, antocianinas, ácidos fenólicos, ácido cítrico, ácido oxálico, ácido úrico, quercetina e minerais como, selênio e manganês.

Vários alimentos como, legumes, frutas, grãos integrais, legumes, nozes, sementes e peixes podem conter estes antioxidantes. Estes alimentos ricos antioxidantes são explicados abaixo.

Mamão e Abacaxi

Ambas as frutas têm propriedades antiedema, além de enzimas proteolíticas, que ajudam a digerir proteínas que, para algumas pessoas, podem detonar alergias capazes de estimular a formação de adipócitos (células de gordura).

Café

O café é muito benéfico para saúde. É útil na prevenção da doença de Parkinson, diabetes, previne ataques cardíacos, aumenta a concentração, previne a depressão em mulheres, e ainda é rico em vitamina B, lipídios, aminoácidos — sendo um poderoso antioxidante.

alimentos ricos em antioxidantes

Óleo de Gergelim

Excelente fonte de vitaminas, especialmente a E, que age como antioxidantes, e desta maneira, fazem proteção de células contra ação de radicais livres. E ainda possui ação anti-inflamatória.

Alcachofra

A planta é a 4ª do ranking de antioxi­dantes. Além de ótima fonte de vitamina C, é rica em uma série de flavonóides, uma categoria de antioxidante, entre eles a quercetina, que protege con­tra o câncer e doenças do co­ração. O ve­getal foi o único, de acordo com pesqui­sa da Universi­da­de Complutense de Ma­dri, Espanha, que manteve altos os ní­veis de antioxidantes, independentemen­te do método de preparo (micro-ondas, panela de pressão, fervura, fritura).

Chá de Cavalinha

A cavalinha apresenta bom teor de silício e funciona como diurético natural, desintoxicando o organismo e reduzindo, assim, o inchaço. A centelha asiática estimula a circulação sanguínea. Já o dente-de-leão ajuda a eliminar as toxinas.

Veja Também:  Método Caseiro Para Eliminar a Cárie Dentária Rapidamente!

Aveia

É fonte de importância do silício, ajuda em estruturar a pele, com aspecto de celulite minimizado. E possui betaglucana, a molécula que otimiza a circulação do sangue e torna difícil absorção da gordura por intestino. E mais, também auxilia para eliminação de toxinas.

Nozes

As nozes estão entre as mais poderosas fontes de antioxidantes (são ao menos 15), especialmente o ácido elágico e a vitamina E, que combate o envelhecimento.

Também presente no morango, o ácido elágico tem um poderosa ação anticâncer. Para baixar o risco de doenças cardiovasculares, coma um punhado de nozes ao menos 4 vezes por semana.

Linhaça

Rica em ômega 3, antiinflamatório natural, auxilia na regulação hormonal. Também faz uma faxina interna, graças ao alto teor de fibras, contribuindo para evitar o acúmulo de impurezas que dificultam a irrigação e favorecem a celulite.

Sugestão: leve de casa a linhaça triturada para salpicar sobre a salada, de preferência batida no liquidificador pouco antes de sair para o trabalho. Isso porque as sementes oxidam e perdem boas doses de ômega 3.

Cacau

O cacau é considerado o alimento mais antioxidante que há, e comercialmente está presente em principalmente no chocolate amargo. Rico em polifenóis, substâncias antioxidantes benéficas a saúde do coração e para circulação.

Açafrão ou Cúrcuma

A especiaria é recheada de curcuminóides, os compostos de ação anti-idade e anti-inflamatória. Cúrcuma se caracteriza raiz e açafrão se caracteriza cúrcuma torrada, no pé. Ao almoçar fora de casa, a dica é levar pote pequeno contendo tempero e salpicar no arroz com feijão.

Melão

O melão é essencial em alcalinizar pH sanguíneo, sendo anti-inflamatório, principalmente se consumido com sementes, com possibilidade de serem trituradas, com garantia de superior fornecimento das fibras.

alimentos ricos em antioxidantes

Morango

A plantinha ficou em 3º lugar na lista dos campeões em antioxidantes, entre os mais de 100 alimentos testados. É recheada de fenóis, principalmente a antocianina. Essa substãncia não apenas dá a cor ao morango, mas também é um poderoso antioxidante, que já se demonstrou proteger as células.

O conteúdo de fenóis do morango é tão alto que faz dele uma espécie de fruta “três em um”: anticâncer, anti-inflamatória e pró-coração. Uma curiosidade: uma pesquisa feita no ano passado mostrou que quanto mais se come morango, mais o corpo é capaz de assimilar a antocianina. Então, mande brasa.

Azeite de Oliva

Este alimento é rico em gorduras monoinsaturadas, possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Deve ser preferido o tipo extravirgem que apresenta nível de acidez menor a 1%. A indicação é ingerir, ao máximo, 2 colheres de sopa diariamente.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta