O Que é Diabetes? Causa, Sintomas e Tratamento

0
540

 O Que é Diabetes? Causa, Sintomas e Tratamento que muitos desconhecem. Pois, o Diabete é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue. O Diabete acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo, ou porque este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada (resistência à insulina).

A insulina promove a redução da glicemia ao permitir que o açúcar que está presente no sangue possa penetrar dentro das células, para ser utilizado como fonte de energia. Portanto, se houver falta desse hormônio, ou mesmo se ele não agir corretamente, haverá aumento de glicose no sangue e, consequentemente, o Diabete.

O Que é Diabete

O que é Diabetes

O Diabete é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade desta exercer adequadamente os seus efeitos, o que ocasiona um aumento da glicose (açúcar) no sangue. Conhecida popularmente por Diabete, o termo tem dois gêneros, podendo ser “a Diabete” ou “o diabetes”. É também chamada de Diabete Sacarina ou Diabetes açucarado.

Patrocinado

ó no Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas com Diabete, número que representa 6,9% da população. E os casos não param de crescer, em alguns deles, o diagnóstico demora, favorecendo o aparecimento de complicações. De acordo com um levantamento feito pela Federação Internacional de Diabete, em 2017, havia mais de 425 milhões de adultos com a doença no mundo. E mais: 1 a cada 2 pessoas.

Como Posso Saber se Estou Diabético?

O diagnóstico laboratorial pode ser feito de três formas e, caso positivo, deve ser confirmado em outra ocasião. São considerados positivos os que apresentarem os seguintes resultados:

  • 1) glicemia de jejum > 126 mg/dl (jejum de 8 horas);
  • 2) glicemia casual (colhida em qualquer horário do dia, independente da última refeição realizada (> 200 mg/dl em paciente com sintomas característicos de Diabete;
  • 3) glicemia > 200 mg/dl duas horas após sobrecarga oral de 75 gramas de glicose.
Veja Também:  10 Sintomas de Câncer em Mulheres - Mama, Útero e Ovários! DESCUBRA!

Existem ainda dois grupos de pacientes, identificados por esses mesmos exames, que devem ser acompanhados de perto pois tem grande chance de tornarem-se diabéticos. Na verdade esses pacientes já devem ser submetidos a um tratamento preventivo que inclui mudança de hábitos alimentares, prática de atividade física ou mesmo a introdução de medicamentos. São eles:

  • (a) glicemia de jejum > 110mg/dl e < 126 mg/dl.
  • (b) glicemia 2 horas após sobrecarga de 75 gr de glicose oral entre 140 mg/dl e 200 mg/dl

O diagnóstico precoce do Diabete é importante não só para prevenção das complicações agudas já descritas, como também para a prevenção de complicações crônicas.

Principais Causas do Diabete

Uma das principais causas da Diabete, atualmente, que tem levado a doença a aparecer também em jovens é o aumento do consumo de gorduras e carboidratos ou comida de qualidade ruim (má alimentação) e consequentemente a obesidade. Outro fator que colabora para o desenvolvimento da enfermidade é a falta de atividades físicas.

O Diabete mellitus, em síntese, é uma doença que causa o aumento de glicose no sangue. São dois os principais tipos da doença: Diabete Tipo 1 e Diabete Tipo 2. É possível levar uma vida normal ainda que você seja diabético, desde que siga um Tratamento Para Diabete Eficaz.

 

 

Fatores de Risco para Diabete

  • Idade acima de 40 anos;
  • Sobrepeso/obesidade;
  • Hipertensão;
  • Sedentarismo;
  • Apneia do sono;
  • Depressão;
  • alimentação;
  • Histórico familiar;
  • Colesterol alto.

Causas do Diabete

Tratamento e Controle do Diabetes

Uma das coisas mais importantes é controlar o nível de glicose no sangue, para evitar o Diabete. A medição pode ser feita por meio de um monitor de glicemia ou por meio de bombas de insulina. Os dois tipos de aparelho devem ser adquiridos e usados com orientação da equipe multidisciplinar. Importante: no início, pode haver alguma dificuldade para realizar esse gerenciamento e medição. Isso é absolutamente normal. Não se cobre demais e em breve o gerenciamento se tornará algo natural na sua vida.

É importante seguir as orientações para que a medição seja feita nos horários corretos, nas situações corretas e com a frequência ideal. Com esses dados, é possível tomar as melhores decisões.

Veja Também:  Adeus, Diabetes! Em 30 Dias, Seus Exames Vão Comprovar e Seu Médico Vai se Surpreender!

É importante anotar ou registrar em aplicativos gratuitos para o celular esses dados. Assim, vai ser possível perceber claramente a interação entre os medicamentos, a atividade física, a alimentação e o modo como você está se sentindo.

A glicemia normal em jejum não deverá ultrapassar os 100 mg/dL. Duas horas após uma refeição, a glicemia não deverá ultrapassar 140 mg/dL. Sempre leve o seu monitor e o registro de suas glicemias com você quando for visitar o seu médico.

Eles podem testar se seu monitor está funcionando perfeitamente e se você está checando-o corretamente. Também é válido levar anotadas as medicações que está usando ou, se usa insulina, qual a dose e os horários habituais. Para isso, guarde as prescrições de seu médico e exija dele que seu receituário seja feito de maneira legível, assim você ira ta sempre no controle do Diabete.

Recomendados Para Você: